Mr Fawkes

Mr Fawkes

Mrodrigues

subscribers

Este vídeo é uma prova de como uma denuncia de "assédio" (falsa, é claro) pode ser utilizada para extorquir um jogador de futebol, retirar um ministro do cargo ou mesmo um presidente ou acabar com a imagem de um inimigo do sistema, mas algo tão grotescamente criminoso como isto recebeu o aval da sociedade. Como algo medonho como isto recebe o apoio da grande mídia ou de profissionais de áreas como os da psicologia? Vivemos numa sociedade que aceita um criminoso depravado como o diretor de teatro Geraldo Thomas por ele ser um elemento do esquerdismo e usa denuncias vazias para obtenção de rendimentos políticos ou econômicos.

O movimento feminista não oculta seu projeto de dominação do mundo onde o homem será extirpado dele.

Rodrigo Pimentel, ex capitão do BOPE, relata que a morte de Mariele pode ter sido um ato de vingança da cúpula do MDB do Rio, que é envolvida com a milícia devido a CPI das milícias, operação Cadeia Velha e da Operação Furna da Onça onde muitos deles foram presos, entre eles o Domingos Brazão (um acusado de ser o mandante do assassinato da vereadora) e Jorge Picciani.
Ex capitão do BOPE, Rodrigo criou o personagem Capitão Nascimento, que foi inspirado na sua própria experiência como comandante da equipe Alfa do Bope, a mesma equipe retratada nos filmes. Era após as missões que ele escrevia o que havia vivenciado com sua equipe e assim nasceu a história do Tropa de Elite.

Este vídeo é parte de uma entrevista realizada para o canal ACHISMOS PODCAST.

Líder Luis Gaviria do grupo terrorista de Esquerda da Colômbia, As Farc, manda um recado em tom de ameaça em prol do projeto socialista/comunista de transformação da América Latina em um único bloco, chamado de Pátria Grande ou Unasul e contra todos os líderes conservadores Direita. Fala contra Bolsonaro e outros conservadores e diz defender vários líderes esquerdistas, como o Lula.

Ao final da sabatina com o candidato à Presidência Jair Bolsonaro, do PSL, o Grupo Globo rebateu as afirmações do presidenciável de que, em editorial de 1984, Roberto Marinho, fundador do conglomerado, reconheceu que o jornal O Globo apoiou editorialmente o golpe militar de 1964 “identificado com os anseios nacionais de preservação das instituições democráticas”.
Enquanto Bolsonaro brincava, a seu estilo, com os entrevistadores depois da sabatina – ele disse, por exemplo, que teria dois ministros entre os jornalistas e daria um “abraço hétero” em Fernando Gabeira – a jornalista Miriam Leitão, mediadora da entrevista, passou a reproduzir ao vivo uma nota elaborada pelo
Grupo Globo.
Ela afirmou que Bolsonaro deixou de citar um novo editorial, publicado pelo jornal em 2013, em que O Globo reconheceu que o apoio ao golpe “foi um erro, assim como equivocadas foram outras decisões editoriais no período, que decorreram desse desacerto original”.
O conteúdo, provavelmente ditado no ponto eletrônico usado pela apresentadora, no entanto, fez com que a fluidez da locução de Miriam destoasse do tom habitual das emissoras de televisão.
A fala da jornalista, repleta de pausas e com a voz trêmula em alguns momentos, virou chacota nas redes sociais.

A OMS, através do seu diretor comunista Tedros Adhanom, anuncia o novo produto, digo, vírus, criado para fazer a indústria farmacêutica e seus mancomunados se encherem de grana. Já estão produzindo a vacina mesmo nem sendo ainda uma pandemia. Vai vendo ai otário.

SHOW MORE

Created 1 year, 7 months ago.

155 videos

Category Entertainment

Documentários e vídeos interessantes.